Mais Ciência e menos Pseudo Ciência na Agricultura

3 comentários sobre “Mais Ciência e menos Pseudo Ciência na Agricultura”

  1. o autor desse texto atribui à agronomia, absurdos que não sei de onde ele tirou. Essa escola da “idade da pedra” que ele cita, realmente deve ser descartada, mas nunca a vi por aí. Ele podia primeiro olhar outras escolas. Para quem se diz tão aberto à novidades e ao futuro, fico na dúvida já que nem mesmo consegue fazer leitura da atualidade conhecida por quem se interessa. Por quem se interessa! Além disso, às tais novidades que apregoa, atribui termos como “a grande verdade”, nada compatíveis com a verdadeira ciência, que se é verdadeira é humilde e tem consciência de que é falível. É… o título do texto me interessou e li porque quiz… mas no final é só mais um ser pronto para enfiar o dedo nos olhos alheios sem colocar nada de científico no lugar, só crenças… Mas concordo a última frase que citou, que atribui ao Einstein.

    Curtir

    1. Prezada Maria,

      Esse seu comentário veio de forma apócrifa, mas pesquisando na internet vi tratar-se de uma pesquisadora da Epamig lotada
      no norte de Minas e que pesquisa bananas.
      Pude, também, ver que obteve os títulos de mestrado e doutorado todos em universidades
      brasileiras de importância secundária e periférica com a estadual de São Paulo, as quais não exigem que seus doutorandos
      tenham conhecimento de outros idiomas, como é o seu caso.
      Primeiramente, é costume na nossa lingua usar letras maiúsculas no início das frases, como também parágrafos e não escrever da forma
      monolítica como fez, porque dificulta o entendimento e a transmissão das suas idéias. Bem como virgulas, acentos e pontos de
      interrogação e de exclamação.
      Mesmo assim, vou tentar entender o que escreveu e responde-la.
      Sinto muito mas eu tenho que enfatizar o fato da Sra. não ser fluente no inglês porque isso só já responde uma das suas perguntas,
      ou seja, os tais “absurdos não sei de onde tirou”. Se a Sra. fosse um pouco mais atenta saberia que eu “tirei” justamente de uma relação
      ao final do artigo, onde se lê : Referências.
      OK, Doutora ou devo dizer “Dotora” ? Como eu sei que a Sra. não sabe inglês ? Bem, isso é o que está escrito no seu Curriculum Lattes.
      Eu estou usando a sua própria informação apenas.
      Segundo, eu não ofendi a “Agronomia” , pois essa está muito acima de todos nos por ser uma coisa abstrata. Eu critiquei os que fazem uso de
      técnicas e conceitos errados em nome da Agronomia. Os que ainda usam o pH para julgar a necessidade de Calcário e não de Cálcio e Magnésio
      nas quantidades e proporções adequadas. Eu critiquei os que usam o santo nome da Agronomia em vão, talvez como a Sra o faz.
      Confesso que não entendi o que quis dizer por “leitura da realidade”e “por quem se interessa”.
      A Sra. provavelmente não estudou Fisico-Quimica nos seus cursos e quer pretender conhecer a realidade melhor do que eu, e ainda
      por cima vem falar em “verdadeira Ciência”.
      Sinto, “Dotora” mas essa verdadeira Ciência a qual se refere não existe dentro dessas instituições aonde, talvez as custas de grandes sacrifícios,
      obteve seus títulos.
      Eu prefiro, como a Sra mesmo disse “enfiar o dedo nos olhos alheios” para não ter que enfia-lo em outro lugar.
      Mas que dá vontade isso dá.

      Da próxima vez assine sua mensagem para que as pessoas conheçam participante tão ilustre e letrada.

      Atenciosamente

      Jose Luiz M Garcia

      Curtir

  2. Muito bom! Concordo plenamente e me sinto gritando sozinho em um estadio de 100.000 pessoas, como fazer o produtor pensar que existe outras formas de adubação? que precisamos fazer o equilíbrio de bases? Estamos tendo um marketing pesado da industria de defensivos, dos adubos convencionais e isso e difícil de mudar.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s