Ciências Agrícolas

7 comentários sobre “Ciências Agrícolas”

  1. Boa tarde,

    Gosto muito dos seus posts e estou de acordo com sua ótica. Não entendo nada de agricultura, embora tenha um sítio orgânico em Caconde/SP, pois sou PhD em Ecolinguística. Estudo o discurso “ambiental”, o “sustentável” e outras falácias do gênero. Daí indentificar-me com sua postura crítica. A título de ilustração, utilizo o termo “biocida” para o glifosato, Roundup, o que for, desde o princípio. É o que ele faz. Mata a vida. Fim. A razão do meu e-mail é que as minhas terras pouco ou nada produzem. Já fiz análises de solo. Dá carencia de uma ou outra coisas, mas praticamente nenhuma muda vai pra frente. É impressionante. Tudo seca, mesmo as plantadas agora em plena chuva. Já pedi ajuda aos agrônomos de Caconde, mas creio que eles sabem menos do que eu. Cada um diz uma coisa. É de enlouquecer. Tenho deixado o “mato” crescer faz três anos, para criar biomassa. Plantei feijão de porco nos dois últimos anos. Nada. Gostaria de saber se você tem algum interesse em me ajudar/orientar, pois já gastei pequenas fortunas em farinha de osso, torta de mamona, Ekosil, Yoorin Master , Orgasol, Bacsol ,etc.

    Grato,

    Dr. Roberto Lestinge

    P.S.: Estive a ponto de abrir meu sítio para pesquisa com a EMBRAPA de Jaguariúna. Cancelaram o acordo por “falta de verba para a gasolina”. Sem comentários.

    ________________________________

    Curtir

    1. Coloco o seu caso a disposição dos agrônomos que seguem esse blog mas pelo o que vc relatou deve ser mesmo falta de
      biodiversidade no solo.
      O caminho seria olhar as analises de solo e ver o que poderia ser adicionado para acelerar o processo
      e depois semear plantas de cobertura inoculadas com essa biodiversidade via extrato de composto.
      Um minhocário não seria uma má idéia.

      Curtir

    2. Bom dia Roberto, sou engenheiro agronomo, trabalho com sistemas de produção biológicos e de base ecológica. Estou disposto a ajudar, se quiser, podemos conversar pelo whats: 19 999817054

      Curtir

  2. Há muito tempo venho batendo nessa mesma tecla de ir direto na causa e não só no efeito.
    Texto espetacular que vai me ajudar muito a abrir algumas mentes extremamente fechadas e bitoladas.
    Parabéns!

    Curtir

  3. Dr. Vinagre Boa noite. Você poderia nos dar sua opinião sobre esses protetetores solares para plantas que estão vendendo, tipo o Protex da Santa Clara. Eles dizem que o produto diminui a incidência dos raios solares nas plantas aumentando a fotossíntese. Pensei ser o contrário.

    Curtir

    1. Certo e Errado.
      Porque ?
      Se houver excesso de sol eles estão certos, porque acima de 28 graus C as plantas mudam o metabolismo
      de Fotossíntese para Fotorespiração e nesse modo consomem mais energia do que produzem.
      Mas se a temperatura for inferior a 28 graus C , nesse caso eles estariam errados.
      Vai depender da temperatura e da incidência de UV.

      Curtir

Deixe uma resposta para Fábio Ribeiro Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s